quarta-feira, 28 de setembro de 2011

S., "Este sítio só meu..."


11 de Abril de 2008
Olhei o horizonte e vi o sol perder, um a um, os seus raios de laranja e vermelho.
Vi-o, insaciável, roubando a cor a este mundo onde vivo. Onde por vezes não quero viver.
Cheguei à conclusão de que quem elogia a beleza vibrante da cor, nunca observou a superior beleza daqueles minúsculos pontos brancos, pequenos bocados de luz que o sol não levou com ele, cintilando sobre uma vastidão de preto.
Cheguei à conclusão de que quem admira o sol, fá-lo pois nunca admirou a lua.
23 de Abril de 2008
Dançamos sem música.
8 de Maio de 2008
Escreves palavras amarelas.
Rapidamente as apago com um qualquer objecto que para tal possa ser usado.
Pego na caixa dos lápis. Tiro um lápis vermelho, esperando palavras de amor.
Dou-to para a mão e, com ele, tu escreves palavras zangadas, raivosas.
Rapidamente to tiro de novo.
Dou-te um lápis azul, esperando que te acalme.Com ele falas do frio da morte.
O roxo lembra-te de pesadelos passados.
O verde da esperança, para ti é nojo.

Acabam-se os lápis.
Arrumo-os na sua caixa. Pego neles, e viro-te as costas.
4 de Junho de 2009
Não passo de um jogo para ti certo?
Não passo de um tabuleiro de xadrez sobre o qual jogas as tuas peças.
Usas estratégias sujas que não vão falhar contra mim, e tu sabes.
Conheces-me bem demais.
Roubas-me a vista, derrubas as minhas defesas, afastas de mim a racionalidade e quando me vês fraca preparas-te para atacar.
Debaixo do sorriso que esboças perante a minha aparente confusão, a tua língua treina um 'xeque'.
O que não sabes, é que enquanto pensavas a próxima jogada, ganhei-te eu.
E disse, silenciosamente por entre um sopro quente:
- Xeque-Mate.
Perdeste.
Reparaste tarde demais.
Agora, com licença. Vou jogar Copas.
S.* Este sítio só meu… [blogue]. Disponível em http://sitiosomeu.blogspot.com/.
* Manteve-se a assinatura original do blogue; S é aluna do curso de Artes Plásticas e Multimédia do IPBeja.

Sem comentários:

Publicar um comentário